Crítica | História de um Casamento: com uma Scarlett Johansson subaproveitada, o filme consegue transmitir a insegurança pela qual passam os dois protagonistas

História de um Casamento, produção da Netflix, nos revela um casal em meio ao processo de separação, no qual Nicole (Scarlett Johansson) e Charlie (Adam Driver) tentam decidir o melhor lugar para criarem seu filho Henry (Azhy Robertson), de 8 anos, – Los Angeles, local em que a mãe estreará em um novo programa de TV, ou Nova York, onde o pai trabalha como diretor de teatro e apresentará sua peça na Broadway – e, consequentemente, quem ficará com a custódia do menino. O elenco conta, ainda, com Laura Dern, Ray Liotta e Alan Alda nos papéis dos advogados de Nicole e de Charlie. 

O filme se propõe a tratar, como é perceptível nas conversas entre Nicole e sua advogada e terapeuta Nora (Laura Dern), a situação da moça dentro do casamento com certa sensibilidade, visto que ela alega ter sido frequentemente silenciada pelo parceiro.

Contudo, o roteiro peca ao negligenciar a nova vida de Nicole em Los Angeles, já que, na maior parte do tempo, a vemos enquanto mãe, e não em sua relação com a nova oportunidade de trabalho.

Merecem destaque, aqui, as atuações de Scarlett, capaz de transmitir de forma sensível o momento conturbado vivido pela personagem, e de Laura, que se mostra uma mulher confiante e uma profissional extremamente competente. 

Com relação a Adam Driver, que ocupa um tempo de tela excedente ao de sua companheira, o ator entrega um personagem que está, na maioria das cenas, com um olhar vago, o qual parece tentar conciliar a vida pessoal e a profissional. Sua atuação, sem dúvida, chama atenção no momento em que os dois protagonizam uma discussão, e surge um Charlie, num primeiro momento, explosivo e feroz, e, posteriormente, sensível e emotivo.

Nesse ponto, o filme mostra com excelência o quão estressante pode ser o processo de divórcio, de modo a transformar a situação numa “briga de rua”, como diz Nora a Nicole, durante uma conversa. 

É válido comentar que fica confusa, para o espectador, a relação entre Charlie e o filho Henry, uma vez que o garoto não é muito apegado ao pai, ainda que a personagem de Johansson se refira ao marido (ou ex-marido) como um pai exemplar. Henry aparenta apenas aceitar que Charlie é parte de sua família, pois assim o disseram, e, por isso, passa algum tempo com ele.

Mesmo que Nicole tente justificar, afirmando que o filho está em uma “fase da mamãe” em determinada cena, isso não parece motivo suficiente para que o menino chegue a desviar de um abraço do pai, que volta de Nova York depois de dias sem vê-lo. Isso, inclusive, entra em confronto com a premissa da narrativa, já que Charlie não quer abdicar nem do trabalho nem de Henry – mas, se ele demonstra estar tão dedicado em fazer o filho feliz, por que a criança não reconhece o afeto paterno?

Dessa forma, o longa, embora deixe algumas pontas soltas e trate superficialmente algumas questões, cumpre parte do que se propõe a fazer – narra o processo de separação e o desenvolvimento de uma nova relação entre Nicole e Charlie, em favor do bem estar de seu filho, apesar de ocultar parte relevante da vida da moça – e consegue prender a atenção do espectador até o fim.

É preciso ressaltar, portanto, que não é um filme que tenha grandes reviravoltas, – ou qualquer reviravolta – ele simplesmente acompanha uma fase na vida de três pessoas.

Um comentário sobre “Crítica | História de um Casamento: com uma Scarlett Johansson subaproveitada, o filme consegue transmitir a insegurança pela qual passam os dois protagonistas

  1. Assisti esses dias com altas expectativas por conta dos elogios que vem recebendo, mas também não me conquistou tanto. Eu não reparei nessa situação da Nicole enquanto assistia, mas agora lendo eu percebi que também me incomodou o modo que a personagem foi tratada. Ótima crítica!!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s