Stray Kids lança o terceiro álbum no ano e finaliza a era Clé 

20191211_132732

O grupo de kpop lançou na segunda feira, 09 de dezembro, o sétimo álbum da carreira intitulado Clé:Levanter celebrando toda a sua história.

O grupo sul-coreano Stray Kids, que pertence a empresa JYP Entertainment, debutou oficialmente em março de 2018 com nove membros, Bang Chan, Felix, Minho, Woojin, Seungmin, Jisung, Changbin, Jeongin e Hyunjin. Desde então lançaram sete álbuns, Mixtape, I Am Not, I Am Who, I Am You, Clé 1: Miroh, Clé 2: Yellow Wood e o mais recente Clé 3: Levanter.

Os três integrantes, Bang Chan, Jisung e Changbin formam a sub-unit de rap do grupo, a 3RACHA, e são os  responsáveis por escrever e produzir todas as músicas do grupo dando uma identidade própria para eles. As músicas falam muito sobre as experiências de vida de cada um, sobre o sentimento de crescer e sobre questões mentais como ansiedade. 

Em março deste ano, perto de completar um ano de grupo, eles lançaram o primeiro disco da era Clé, o Clé 1: Miroh, daí por diante o grupo vem mostrando um lado diferente do habitual. Músicas mais maduras, menos pop e mais eletrônicas. E todos os três álbuns da era são conectados, tanto música, quanto clipes, como se o grupo contasse uma história. Todos os álbuns fizeram os fãs criarem inúmeras teorias sobre o que realmente os meninos estavam querendo passar, mas nenhuma delas foi confirmada pelo grupo.

Antes do lançamento do Clé 3: Levanter, o grupo e os fãs sofreram com a perda de um dos membros. O vocalista principal, Woojin, deixou o grupo em outubro, segundo a empresa por ‘’motivos pessoais’’. A saída dele adiou o lançamento do álbum de novembro para dezembro e o trabalho teve que ser todo refeito. Além de afetar o trabalho, a saída de um membro afeta todo mundo psicologicamente. O Stray Kids foi um grupo que lutou muito para ser lançado com nove membros, inclusive um dos lemas deles é ‘’Nine or none’’(Nove ou ninguém). A perda de um membro foi como se os meninos tivessem falhado como grupo. 

Tentando se recuperar do trauma, o último álbum tem um significado muito grande. É o primeiro a ser lançado com apenas oito membros. O single Levanter que leva o nome do álbum traz no videoclipe recordações de todos os trabalhos do grupo até aqui, é possível ver referências aos singles My Pace, Hellevator, Miroh, entre outros. A letra fala sobre ser você mesmo, seguir seus sonhos.

A primeira música do álbum, STOP, é uma versão estendida da música Road Not Taken do Clé 2, é a música mais eletrônica do álbum com batidas pesadas. Double Knot vem em seguida e já era uma música conhecida pelos fãs, pois foi lançada no começo de outubro, a diferença agora é a falta da voz de Woojin que foi retirada. Sunshine é a sexta música e foi escrita sozinha por Jisung em duas horas, a letra fala sobre sentar à luz do sol e olhar para si mesmo e não pensar nos problemas, apenas relaxar. Alguns fãs acreditam que a música tem a ver com a depressão que Jisung passou quando mais novo. 

A última música, You can STAY, é uma carta de amor aos fãs. Onde eles agradecem todo o apoio e dedicam tudo que eles conquistaram ao fandom. Deixando claro que os fãs podem contar com eles.

Desde o dia do lançamento o álbum vendeu mais de 47,000 cópias. Entrou no top 10 do iTunes em 28 países e alcançou o primeiro lugar em 17 desses países. Todos os trabalhos lançados pelo Stray Kids é uma forma de consolidar os meninos no Kpop. Eles ainda são considerados um grupo rookie, ou seja, novato. De acordo com o site Koreaboo que analisou o cenário para 2020, o Stray Kids vai crescer ainda mais no próximo ano. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s