Indicação | This is Us: uma série para reconfortar e motivar

Com os quase seis meses de quarentena, é inevitável buscar um conforto emocional nas produções do audiovisual. Como a sobrecarga mental pode dificultar a escolha de algo realmente satisfatório, aqui está uma série que fará muito mais do que isso: você se sentirá parte da vida dos personagens e responsável pelas decisões que tomam cada um deles. 

This is Us é um drama familiar que acompanha a história de Rebecca (Mandy Moore) e Jack Pearson (Milo Ventimiglia), um jovem casal de Pittsburg que está grávido de trigêmeos no fim nos anos 70. Infelizmente, um dos bebês morre durante o parto, mas, logo, a família (re)encontra o seu quinto componente, um recém-nascido abandonado no corpo de bombeiros. Curiosidade: os três fazem aniversário no mesmo dia em que o pai e o início de cada temporada é sempre a data de aniversário deles.

E, assim, nasce o grande trio – Kate, Kevin e Randall. A série nos permite participar de sua criação e estar com os personagens durante todas as fases de suas vidas, fazendo-nos conhecer o melhor e o pior de cada um. Talvez, esse seja o maior acerto de This is Us o nível de humanização de cada personagem, o cuidado em expor a perspectiva e consequência por trás de cada ação. Principalmente, numa obra que possui muitos personagens e atores, o que poderia dificultar o devido aprofundamento das narrativas e a identificação por parte do público. 

Por falar em elenco, não há como não elogiar cada um dos atores presentes no set, especialmente, as crianças, que entregam personagens extremamente complexos já na infância: Kate (Chrissy Metz/ Hannah Zeile/ Mackenzie Hancsicsak) luta contra problemas de autoestima e a gordofobia, que impedem até mesmo que a menina mostre sua bela voz ao mundo. Por ter a imagem da mãe como figura feminina – uma mulher bonita, magra, talentosa, que parece dar conta de tudo e encantar a todos – e se sentir o completo oposto dela, a filha dos Pearson se distancia cada vez mais de Rebecca. 

Randall (Serling K. Brown/ Niles Fitch/ Lonnie Chavis) é uma criança extremamente carismática. Como os próprios pais dizem, parece um adulto no modo de agir e de falar. Por ser muito inteligente, ele se cobra demais e apresenta sintomas de ansiedade desde pequeno. Pelo mesmo motivo, é desprezado pelo irmão, que o considera “muito estranho”. Além disso, sendo o único negro da família, percebe olhares indiscretos dos vizinhos e deseja achar seus pais biológicos e compreender o porquê de terem-no deixado.

Já Kevin (Justin Hartley/ Logan Shroyer/ Parker Bates), é um menino descolado, que está entre os mais populares e é considerado um dos mais bonitos da escola. A questão é que se sente rejeitado tanto pelo pai como pela mãe, visto que, segundo ele, Jack e Rebecca já têm seus preferidos. Ao contrário dos irmãos, os problemas de Kevin são abordados mais explicitamente na vida adulta, quando sua carreira como ator estagna e ele começa a questionar o seu talento. 

Vale destacar os personagens secundários. Na verdade, é até complicado nomear quais são os secundários, uma vez que, conforme o trio cresce, novos personagens entram em cena, e são igualmente bem desenvolvidos. Independente se você vem de uma família grande ou pequena, haverá espaço no seu coração para todos eles.

Outro grande destaque é a edição da série: alternando paralelos entre as diferentes épocas da vida dos Pearson, cada cena se torna mais emocionante. E, por falar em emoção, prepare os lenços. É provável que aquela lágrima solitária escorra, pelo menos, uma vez durante o episódio – ou talvez você desabe a chorar mesmo. Mas não ache que são apenas lágrimas de tristeza, o grande trio é especialista em nos proporcionar momentos cômicos e nostálgicos em família. O enredo não-linear também é responsável por diversos plot twists, que, além de surpreenderem significativamente, atiçam a curiosidade do espectador.

Creio que This is Us é uma ótima forma para refletir sobre como a criação tem impactos contínuos nas pessoas. Por mais perfeitos que os Pearson pareçam, cada um deles, incluindo Jack e Rebecca, trava sua própria batalha ao longo da vida. Possivelmente, com a ajuda deles, você aprenda a se perdoar por erros do passado e queira evoluir como pessoa tanto para você mesmo quanto para quem você ama.

 A qualidade da produção está justamente em mesclar questões individuais e familiares com movimentos sociais de forma sensível, ao lado de um elenco poderoso, que torna únicas histórias que poderiam ser minhas e suas. Ganhadora de dois Emmys e um Globo de Ouro, This is Us tem quatro temporadas lançadas, todas disponíveis na Amazon, e uma quinta a vir ainda esse ano. Com certeza, elas te tocarão de alguma forma. 

Por favor, não deixe de compartilhar sua experiência comigo. E não se esqueça: por mais azedo que seja o limão, você sempre conseguirá transformá-lo em algo parecido com limonada. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s